Retrovão/Rethunder




O Sertão é um pouco isso para mim: um claro-escuro denso na alma debaixo de um sol escaldante. Em 2006, o resultado de uma viagem que fiz com minha filha (então com 10 anos de idade) foi uma instalação inspirada no universo de Guimarães Rosa e o "Grande Sertão: Veredas" - um projeto realizado a convite da Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais e montado em uma sala especial na Grande Galeria do Palácio das Artes em Belo Horizonte. Nesta página, apresento o que estava no canal principal de vídeo, em uma projeção refletida num enorme espelho numa sala escura. Dei-lhe o nome de "Retrovão" como se, ao passar novamente pelas veredas, escutasse o eco de uma tempestade que há muito deixou de existir. Ou se transformou em algo muito mais profundo e indecifrável.




Conjunto de video-instalações em sala especialmente construída na Grande Galeria do Palácio das Artes, Belo Horizonte / 2006
Inspirada no universo do "Grande Sertão: Veredas" de Guimarães Rosa, era parte da mostra Rosa no Redemoinho, realizada pela Secretaria de Estado da Cultura na gestão de Eleonora Santa Rosa.

︎  role a página para conhecê-las ︎























o   e s p e l h o 









Núcleo principal da obra. Uma tela de 4x4m retroprojetada refletida sobre um espelho com as mesmas dimensões no chão. O espaço todo revestido por vinil preto e vermelho.

As imagens : uma leitura/jornada/roadmovie livremente inspirado em passagens do livro - foram captadas durante uma viagem que fiz de carro pelo sertão mineiro especialmente para o projeto. Estava em companhia da minha filha Sofia, então com 10 anos de idade. Iniciação/Epifania.  


︎  o vídeo principal ︎













O vídeo foi produzido inteiramente a partir de fotografias sequenciais animadas (cerca de 7.000 imagens).

















O REDEMOINHO





















A força das imagens que foram surgindo deu origem a uma série de "fotografias" que se transformou em uma outra obra.





retrovão | bastidores | o processo

Este aqui foi o processo de ocupação da Grande Galeria do Palácio das Artes para a montagem de "Retrovão". Foi construída uma sala com uma grande área de retroprojeção. Ela foi inteiramente coberta por vinil vermelho e chumbo, criando um ambiente estranhamente brilhante. Nela, um vídeo principal era refletido em um imenso espelho no chão. Uma outra projeção secundária apontava do teto para um nicho de pedras no chão. E havia ainda a "Víbora_mantra".




















































Os primeiros testes nos estúdios da Movieart em São Paulo.

 

 

DOIS

todo amor não é uma espécie de comparação?


Este é um trecho fundamental do vídeo que dominava a instalação "Retrovão | Rethunder".  Poeticamente traz os contrastes e as metáforas de uma vereda: o ponto de confluência entre tudo que vive, tudo o que mata, tudo o que se move vivo ou morto. Riobaldo observa. E matuta.


︎


























Trilha original: Broken Spindles











© 2018 / 2019 rogeriovelloso + calma creative hub  /  input@calma.art.br  /  são paulo _ brasil

 ︎